Resultados

Resultados ALCANÇADOS até o momento:

  • Projeto de ensaios concluídos.
  • Análise econômica preliminar dos locais de demonstração - leia em inglês
  • A implementação começou na:
    • Itália: Sistema de pastejo rotativo, inoculação de fungos (trufas), correção do solo, plantio de árvores.
    • Espanha: Sistema de pastejo rotativo, Inoculação de fungos (trufas), correção do solo, plantio de árvores, keyline, semeadura direta, reutilização de biomassa na produção: cogumelos, compost, biochar.
  • Projeto de ensaios para a produção de Shiitake a partir de resíduos de poda. Leia aqui em espanhol
  • Atividades para economizar água em Muñovela: Arado yeoman, Keyline
  • O especialista em agricultura regenerativa, Allan Savory, visitou o projeto. Leia aqui em espanhol
  • Compostagem em processo. Leia aqui em espanhol
  • Eventos de treinamento realizados para replicadores do projeto
  • Atividades regulares de monitoramento realizadas:
    • Marcação da localização de árvores plantadas para fins de monitoramento remoto - Leia
    • ​Desenvolvimento de composto e colonização de Ceratonia aurata - Leia
  • Material de divulgação criado. Baixe aqui
  • Vídeos produzidos. Veja aqui
  • Várias oportunidades de colaboração realizadas. Lista completa

Os resultados esperados incluem:

1. Benefícios económicos de € 65.400 por ano (654 €/ha/ano).  Economias de custo devido ao uso de menos energia externa e menores custos veterinários, assim como fontes adicionais de renda, tais como a produção de carne, cogumelos, trufas livre, bolotas, cavalos, mulching ..., tornando a fazenda rentável e eliminando a necessidade de ajuda;

2. Eliminação de 100% dos resíduos de biomassa, aplicação de uma abordagem de economia circular e reciclagem de resíduos em recursos de valor agregado;

3. Melhoria da qualidade do solo (30-50%) através do aumento do sumidouro de carbono, da capacidade de retenção de água, da disponibilidade de nutrientes no solo, do aumento de microrganismos benéficos e da prevenção da erosão;

4. Melhor produção de pastagens e aumento de sua qualidade (25-50% das terras agrícolas), o que levará à auto-suficiência na alimentação animal e maior rentabilidade das práticas pecuárias;

5. Aumento da diversidade vegetal (15%) e da biodiversidade em geral (20%);

6. Melhorar a saúde e resiliência das árvores em 50 hectares de florestas e plantar 2.000 novas árvores multiespécies;

7. Aumentar globalmente a saúde e produtividade dos animais, reduzindo a mortalidade e diminuindo os intervalos entre os nascimentos;

8. Sensibilização e divulgação técnica entre a sociedade civil (> 10.000 pessoas informadas através do site, App, participação em eventos (reuniões / conferências, etc.);

9. Transferência de conhecimento ativo e dimensionamento através de cursos de replicação e treinamento.

Durante a replicação, o projeto será implementado em 5.000 ha (50 vezes mais do que os ensaios de demonstração)